Blog de TIAGO SANTIAGO

11/04/2011

Estreou "AMOR E REVOLUÇÃO". Vou passar a blogar com mais frequência.

O colunista Fernando Barros da Silva, da Folha, errou redondamente e mostrou desconhecimento da História ao avaliar a novela. Disse que não houve guerrilha no Brasil antes de 1964. Aconselho a dar uma olhada no Elio Gaspari, "A Ditadura Derrotada", capítulo "Pelas Barbas de Fidel", para ver o tamanho da besteira que publicou e assinou: "No início de 1962, uma nova organização esquerdista recebera a bênção cubana. O Movimento Revolucionário Tiradentes planejava a montagem de um dispositivo militar espalhado por oito áreas de treinamento em sete estados". Depois da vitória de Fidel em Cuba, em 1959, com certeza não faltou gente sonhando em fazer revolução pela guerrilha no Brasil. O colunista errou novamente ao dizer que a tortura aconteceu apenas depois de 1968, quando há centenas de casos documentados em 1964. Pode não gostar, mas não posso deixar passar inverdades em vão. Tudo bem, Fernando, se não gostar da novela, não assista, vai deixar de aprender um monte de citações da História bem pesquisadas, e errar é humano, portanto está desculpado. Porém vou ter que escrever carta à Folha, corrigindo os erros publicados.

A crítica de "O Globo", não vou nem comentar porque perdeu a credibilidade, portanto deixou de importar.

Obrigado ao Flavio Ricco, a Regina Rito e todos os outros companheiros de imprensa, que fizeram trabalhos mais sérios e respeitosos sobre a novela, demonstrando mais simpatia com este projeto tão importante para artistas, técnicos e prestadores de serviços de Tv em São Paulo. Responsabilidade social é assunto sério. É o emprego de muita gente em jogo.

Boa semana para todos. Prometo ler e publicar comentários em breve. Vou tentar blogar todos os dias, a partir de hoje.  

 


Escrito por TIAGO SANTIAGO às 14h18
[] [envie esta mensagem] []



Estreou "AMOR E REVOLUÇÃO". Vou passar a blogar com mais frequência.

O colunista Fernando Barros da Silva, da Folha, errou redondamente e mostrou desconhecimento da História ao avaliar a novela. Disse que não houve guerrilha no Brasil antes de 1964. Aconselho a dar uma olhada no google no Movimento Revolucionário Tiradentes, para ver o tamanho do seu erro. Depois da vitória de Fidel em Cuba, não faltaram projetos de guerrilha no Brasil. Errou novamente ao dizer que a tortura aconteceu apenas depois de 1968, quando há centenas de casos documentados em 1964. Pode não gostar, mas não posso deixar passar inverdades em vão.

A crítica de "O Globo", não vou nem comentar porque perdeu a credibilidade, portanto deixou de importar.

Obrigado ao Flavio Ricco, a Regina Rito, Marcia Abos e todos os outros companheiros de imprensa, que fizeram trabalhos mais sérios e respeitosos sobre a novela, demonstrando mais simpatia com este projeto tão importante para artistas, técnicos e prestadores de serviços de Tv em São Paulo. Responsabilidade social é assunto sério. É o emprego de muita gente em jogo.

Boa semana para todos. Prometo ler e publicar comentários em breve. Vou tentar blogar todos os dias, a partir de hoje.  

 


Escrito por TIAGO SANTIAGO às 14h18
[] [envie esta mensagem] []



[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
 
 
 
       
   
Histórico

OUTROS SITES
    UOL - O melhor conteúdo
  BOL - E-mail grátis


VOTAÇÃO
    Dê uma nota para meu blog